Objectivos

 

Contacto directo com os pais e familiares de bebés prematuros durante e após o período de internamento hospitalar, através de:

  • Visitas aos serviços de neonatologia das unidades hospitalares colaborantes para prestar o apoio necessário aos pais, promovendo e valorizando a troca de experiências;
  • Criação de grupos de pais, fora do ambiente hospitalar, funcionando como uma rede de apoio mútuo;
  • Comemoração de dias festivos dentro e fora dos serviços de neonatologia, procurando a promoção da cooperação entre as unidades hospitalares, os pais e a comunidade;
  • Colaboração com os profissionais de saúde dos serviços de neonatologia das diversas unidades hospitalares, promovendo a divulgação de trabalhos e estudos científicos realizados.

Sensibilização da comunidade política, científica e população em geral sobre esta condição biológica, através de:

  • Criação de grupos de trabalho para a discussão de aspectos legais relacionados com a assistência parental, nos casos de crianças prematuras e/ou internadas nas unidades de cuidados intensivos neonatais (U.C.I.N.);
  • Realização de campanhas de sensibilização, identificando factores de risco e formas de prevenção;
  • Organização de sessões de esclarecimento e acções de formação que promovam uma vivência saudável e consciente da maternidade e paternidade numa realidade tão especial;
  • Desenvolvimento de projetos comuns com associações congéneres, numa perspetiva de partilha e progresso;
  • Mobilização de recursos humanos e materiais adequados às necessidades dos pais e familiares dos bebés prematuros.